A VIDA NÃO É DIA SIM, DIA NÃO !

A VIDA NÃO É DIA SIM, DIA NÃO !

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Às vezes


Às vezes é preciso aprender a perder, a ouvir e não responder, a falar sem nada dizer, a esconder o que mais queremos mostrar, a dar sem receber, sem cobrar, sem reclamar. Às vezes é preciso respirar fundo e esperar que o tempo nos indique o momento certo para falar e então alinhar as ideias, usar a cabeça e esquecer o coração, dizer tudo o que se tem para dizer, não ter medo de dizer não, não esquecer nenhuma ideia, nenhum pormenor, deixar tudo bem claro em cima da mesa para que não restem dúvidas e não duvidar nunca daquilo que estamos a fazer.
Às vezes mais vale desistir do que insistir, esquecer do que querer, arrumar do que cultivar, anular do que desejar. No ar ficará para sempre a dúvida se fizémos bem, mas pelo menos temos a paz de ter feito aquilo que devia ser feito. Somos outra vez donos da nossa vida e tudo é outra vez mais fácil, mais simples, mais leve, melhor.
Às vezes é preciso mudar o que parece não ter solução, deitar tudo a baixo para voltar a construir do zero, bater com a porta e apanhar o último comboio no derradeiro momento e sem olhar para trás, abrir a janela e jogar tudo borda-fora, queimar cartas e fotografias, esquecer a voz e o cheiro, as mãos e a cor da pele, apagar a memória sem medo de a perder para sempre, esquecer tudo, cada momento, cada minuto, cada passo e cada palavra, cada promessa e cada desilusão, atirar com tudo para dentro de uma gaveta e deitar a chave fora, ou então pedir a alguém que guarde tudo num cofre e que a seguir esqueça o segredo.

( Margarida Rebelo Pinto )

8 comentários:

  1. apaixonei-me... mas mesmo assim de "amor á primeira vista"... pelo teu blog! ADORO! :)

    ResponderEliminar
  2. não sei, tenho muito medo mesmo xD
    eu só vi mesmo aquela parte, que fofinho *-*

    ResponderEliminar
  3. Eu fui de viagem de finalistas de 3º ciclo quando estava no 9º ano. Há 5 anos portanto :') foi giríssimo! O que não suportei foi mesmo o frio e a comida deles... =|

    ResponderEliminar
  4. Não tem mal, mas é "deslavadinha", na minha opinião... e dos meus restantes colegas da altura, que passávamos a vida a comer "fora" - comida de plástico, diga-se, o então a comer as bolachinhas que tinhamos levado de casa! O leite era bastante aguado... e a comida parece não ter sabor, não usavam muitos condimentos.. Pensando positivo, deve fazer muito melhor à saúde

    ResponderEliminar
  5. oh meu deus , eu adoro esta frase *________*
    A Margarida R. Pinto é um idolo :p
    aquilo é uma mulher autentica .e como há pessoas q a conseguem odiar ?
    Na minha opinião , os portugueses n gostam de ouvir as verdades por isso ficam tão intimidados.
    Modestia a parte que se lixem !
    Margarida é Margarida *__*
    <3
    Rita Roque

    ResponderEliminar