A VIDA NÃO É DIA SIM, DIA NÃO !

A VIDA NÃO É DIA SIM, DIA NÃO !

sábado, 2 de outubro de 2010

2 x 4

O ano 2010 tinha chegado, mas não da melhor maneira. Motivos do passado, essencialmente familiares foram a causa das festas natalícias não terem sabido a nada, pois foram festejadas quase por obrigação e sem espírito algum. O que é certo, é que aos 24 dias do novo ano, quando iniciei a minha conta no hi5, tinha um pedido de amizade de um tal “Tiago Pinto”. Simplesmente aceitei e fui à minha vida, mas mais tarde, quando voltei ao site, tinha um comentário desse tal rapaz no meu perfil, lá fui ver o que ele me tinha dito e foi do género: “muito gira (: ; obrigado $: ; de nada querida, é a verdade (: ; óhh $: ; óh para lá com isso :p. És de onde? ; Porto e tu ? (: ; Também, terra da gaja boa xD ; LOOL, ai sim ? :b ; Ya, claro, não se nota ? :p ; ahaha :b ; dás-me o teu mail querida ? é que dá mais jeito para falar.”
A partir do momento em que ele me pediu o email, não sei o que se passou comigo, porque lhe enviei por mensagem o que tinha pedido assim do nada, sem o conhecer de lago algum. O mais estranho foi o facto de eu não fazer isto com ninguém, porque namorava.
Começamos por falar no msn, e logo descobriu que eu namorava, graças ao nick. Conversamos na mesma, inicialmente de coisas básicas, que aos poucos e poucos se foram tornando diferente, porque de um momento para o outro, deparei-me a desabafar com ele, e ele a desabafar comigo. Parecia que já nos conhecíamos há tempos, demonstramos uma sinceridade mesmo profunda. Não sei, nunca percebi o porquê disto. Só sei que passado dias e dias, tínhamos uma ligação fortíssima. Não passávamos um dia sem falar, mas o que era mais impressionante é que não eram conversas normais, eram tudo menos isso, eram conversas que eu nunca tinha tido com ninguém, eram de forma diferente, era uma mistura de atracção, sinceridade, felicidade, gosto e vontade ao mesmo tempo.
Nem tudo foi assim tão perfeito, porque várias vezes me tentei desligar um bocado, porque sabia que o que estava a fazer não era correcto, eu nunca contei a ninguém que falava com ele, sempre foi segredo. Não adiantou de nada, porque não conseguíamos ficar um sem o outro daquela maneira, já era um vício. E eu sabia que ele gostava de mim, e ele também sabia que não me era indiferente, e nunca tínhamos estado juntos.
Ao longo de tudo isto várias coisas aconteceram, eu acabei o meu namoro, não por causa do Tiago, mas sim porque já não dava mais. Naquela fase tudo se complicou, não estava bem, como é óbvio, e ninguém entendia o meu lado.
Naquela altura o Tiago queria arriscar numa relação séria, mas eu não, não me sentia preparada para tal coisa, tinha acabado de sair de uma que durou quase um ano. Depois lá acabou por entender e as coisas tornaram-se mais simples com a sua presença.
O que mais queríamos era poder estar juntos e conhecermo-nos pessoalmente, e um dia lá aconteceu. Marcamos para uma segunda-feira, no Dolce Vita do Porto.
Estava tão, mas tão ansiosa, que quando o Tiago me disse que já estava lá fora à minha espera eu não conseguia ir, estava descontrolada, na minha cabeça só passava: não vás, não vás ! Pronto, eu fui na mesma. No caminho queria e não queria voltar para trás, tinha receio e vontade de estar com ele ao mesmo tempo. No meio destes pensamentos todos avistei-o encostado a uma parte das escadas. Cheguei-me perto, cumprimentei-o e falamos qualquer coisa sem interesse algum, nem parecíamos nós. Começamos a caminhar e de repente a minha mão foi agarrada a outra. Que sensação, eu já não estava em mim e com aquilo fiquei ainda pior. Noutro segundo fui abraçada de uma maneira, que demonstrava tudo o que ele era para mim. Perante isto, não me controlei, preguei-lhe um beijo, já não aguentava mais. Depois disto, muitos mais carinhos surgiram, que transformaram aquele dia num sonho autêntico.
Muito se passou a partir daí, tivemos dias bons e dias maus, tivemos dias fantásticos e dias péssimos. Chegamos ao ponto de ele já não querer nada, e eu querer, de ser só eu a lutar por tudo o que já tínhamos passado e pelo que ainda tínhamos para passar e sabem o resultado ? Consegui, sim, eu consegui, depois de tudo, de tanto esforço, de tanta luta, de tantos nãos, de tanto sofrimento, de tantas lágrimas, eu consegui lhe provar que o que sentia por ele era serio, que queria uma relação como sempre tinha sonhado. A grande prova ficou marcada no dia 8 de Agosto, pois desde esse dia formamos um NÓS para SEMPRE. Mas dia 8 porquê ? Não, não planeamos, mas nada acontece por acaso e se repararem na lógica, a história é a prova disso. Conhecemo-nos dia 24, façam lá a conta de multiplicar dos dois dígitos e obtenham a resposta. É o destino ? Eu acredito que sim. Já vamos a caminho dos dois meses, e que posso eu dizer ? Nada, porque eu não posso apenas dizer, posso afirmar que o Tiago me faz sentir única, amada e feliz a cada momento ! Coisa que nunca ninguém me tinha feito sentir desta maneira tão forte. Mas para mim o melhor não é isso. Para mim o melhor é saber e ver que o faço feliz como nunca ninguém o fez, é sentir que ele é único, é ter medo de o perder, é ter a certeza que ele é o ideal para mim, é não querer estar longe dele, é ser correspondida a tudo, é já ter saudades antecipadamente, é conseguir acelerar os batimentos do coração só com a proximidade … sabem … é SO PERFECT !
És o responsável pelos sorrisos que largo a cada instante e pela felicidade contagiante que me faz sentir assim, “in love”, tu sabes o que é, tão bem quanto eu.
Quero isto para sempre, para SEMPRE, entendes ?


Tiago Morence Pinto, eu Bárbara Silva, AMO-TE e tenho orgulho em ter-te como meu namorado, és o melhor, obrigado amor.

7 comentários:

  1. anda por aqui a ler os teus textos e vi este, esta lindo.
    a minha historia c o meu namorado +e bastante parecida, acho q a única diferença é msm o facto d voces se terem encontrado no dolce vita e eu e ele em campanha ;o
    beijinho*

    ResponderEliminar