A VIDA NÃO É DIA SIM, DIA NÃO !

A VIDA NÃO É DIA SIM, DIA NÃO !

quinta-feira, 17 de março de 2011

Eu digo-lhes a admiração !

Ontem à noite, estive a ver pela primeira vez um programa na Sic Radical que só me chamou à atenção pelo facto do apresentador (estúpido de cima a baixo) estar em Londres !
Andava lá pela cidade, no meio de multidões e a passar mesmo ao lado daqueles edifícios fantásticos.
Por fim, fez o género de uma entrevista a uma rapariga portuguesa que trabalhava lá em algo importante, não me recordo o que era, mas durante tal diálogo:

Ele: Mas não sentiste nenhum tipo de descriminação por parte dos ingleses, por seres portuguesa ?
Ela: No trabalho ?
Ele: Refiro-me a tudo no geral.
Ela: Não, mas eles ficaram bastante admirados por uma portuguesa vir para cá trabalhar sem ser como empregada doméstica.

Ai sim ? Então preparem-se "Londrinos", já faltou mais para engolirem tais palavras !

15 comentários:

  1. Adorei a crítica!
    muito bem tecida
    adoro seu blog, tu sabes disso não é?

    Beijos,
    Dan

    ResponderEliminar
  2. É verdade que eles têm essa ideia... Aliás... Eles, os franceses os suíços... Enfim...

    ResponderEliminar
  3. Como siempre un placer haberme pasado de nuevo por tu casa...

    Saludos y un abrazo.

    ResponderEliminar
  4. Gostei, sempre a pôr os portugueses a baixo, não pode ser!

    ResponderEliminar
  5. acredita que estúpidos!
    Vou lá para o ano tirar mestrado e eles que se aprontem para levar comigo ;)

    ResponderEliminar
  6. Eu quando fui a Londres achei-os por acaso super acolhedores :'x
    mas isto mostra uma rapariga com grandes horizontes :b

    ResponderEliminar
  7. Sim :) Em Media Communications & Public Relations. O meu sonho é viver lá :) não sei se a vida toda, mas provavelmente até me faltar. Sou uma miúda de desafios, e de movimento, preciso daquilo na minha vida :)

    ResponderEliminar
  8. Sim, estranho.. Normalmente somos bastante respeitados em Londres. Já lá fui e por acaso encontrei lá bastantes portugueses e tive em cafés e restaurantes de portugueses e eles disseram que lá as pessoas eram muito simpáticas, que os tratavam muito bem e que adoravam viver naquela cidade! Nem pensavam voltar para Portugal nem nada. A irmã do meu namorado também foi para lá com o marido e os patrões deles, adoram-nos e tratam-nos como reis! Por isso é que acho isso um bocado estranho.. Eu adoro mesmo a cidade, amei estar lá e vou lá voltar sempre que possa. :)

    Beijinho *

    ResponderEliminar